Loading...
O CUSTO POR NÃO FAZER NADA (Sistema SCBA) - FixAir
skip to Main Content
O CUSTO POR NÃO FAZER NADA

O CUSTO POR NÃO FAZER TESTES DE QUALIDADE DO AR E MANUTENÇÕES PREVENTIVAS

Em 2015 um incidente em uma das unidades do Departamento de Bombeiros em Henderson (Nevada – USA), obrigou uma mudança profunda nos padrões da corporação, depois que os bombeiros relataram um cheiro de óleo vindo do aparelho autônomo de respiração (sistema SCBA) obrigando o governo a desembolsar mais de US$ 100.000,00 em testes toxicológicos preventivos e demais exames para todos os bombeiros. Depois de uma investigação, o problema foi atribuído a um compressor de ar que, acredita-se, introduziu contaminantes no sistema. O compressor foi substituído juntamente com as mangueiras e terminais de carga, e os tanques de ar foram limpos.

A REALIDADE DO DIA A DIA

A maioria dos quartéis dos bombeiros recarrega seus próprios cilindros de ar usando um compressor. Este equipamento absorve o ar do ambiente e o pressuriza para uso como gás respiratório. O ar é filtrado para remover quaisquer impurezas, evitando assim a contaminação. Em condições normais, este é um processo eficaz, mas qualquer poluição local causada por exaustão de veículos e emissões industriais pode ter um efeito profundo na qualidade do ar. As tomadas de ar do compressor devem, portanto, estar localizadas longe de contaminantes, a manutenção do equipamento (troca de filtros e óleo) deve ocorrer regularmente e testes laboratoriais para atestar a qualidade do ar são essenciais.

OS RISCOS

Os perigos da contaminação por gases tóxicos em sistema SCBA são bem conhecidos (https://fixair.com.br/qualidade-do-ar-no-mergulho/). Sabe-se que o ar respirável comprimido pode conter níveis elevados de monóxido de carbono (CO), que é um gás perigoso e de hidrocarbonetos voláteis (https://fixair.com.br/contaminacao-por-tvhc/), que são potencialmente tóxicos e com alto poder cancerígeno. Os gases atmosféricos, como oxigênio, dióxido de carbono e nitrogênio, são seguros em níveis normais, mas qualquer mudança na concentração pode ser perigosa. Uma névoa de óleo pode ser produzida por um compressor com vazamentos e pode causar sérios problemas respiratórios. Além disso, o vapor de água, se presente em determinadas quantidades, pode levar à corrosão e falhas no funcionamento dos equipamentos.

A SOLUÇÃO

Visando evitar problemas futuros e gastos desnecessários aos cofres públicos, o Departamento de Bombeiros de Henderson implantou uma rotina trimestral de análise da qualidade do ar e verificação dos equipamentos de ar respirável (sistema scba). Isso se encaixa nas recomendações da National Fire Protection Association – NFPA 1404: Standard for Fire Service Respiratory Protection Training (https://www.nfpa.org/codes-and-standards/all-codes-and-standards/list-of-codes-and-standards/detail?code=1404).

Sobre a Fix Air

A Fix Air oferece serviços de projeto e instalação de sistemas de recargas de ar respirável, fornecimento de consumíveis (óleo, filtros montados, carvão ativado e peneira molecular) e acessórios (sistemas de purga automática, manômetros, registros, manifolds, etc) além de serviços de análise de qualidade de ar de acordo com a especificação exigida pelo cliente (CGA grau E, CGA grau D, ar compatível com oxigênio (1994 e 2003), EAN+CGA grau E, etc). Somos distribuidores da Trace Analytics LLC, um Laboratório Credenciado pela A2LA especializado em análise de gás comprimido para as indústrias de ar respirável, manufatura e gás medicinal em todo o mundo que a mais de 29 anos mantem os mais altos padrões de qualidade da indústria.

Baseado em um artigo publicado por Trace Analytics, LLC